Você está aqui
Home > Dicas > Hostel Review: Che Lagarto Copacabana

Hostel Review: Che Lagarto Copacabana

Sempre que quero economizar em viagens eu procuro por opção em Hostel, pelo fato dos valores mais em conta e também pela socialização entre os hospedes, ainda mais quando a sua viagem for sem companhia. Não tem luxo, mas sempre terão ótimas histórias para contar.

Uma das redes mais conhecidas do mundo é a Che Lagarto. Eu já tinha ouvido comentários de várias pessoas que se hospedavam e tinham experiências boas na franquia, e isso sempre me despertava interesse em conhecer. Até que minha última ida ao Rio de Janeiro eu escolhi o de Copacabana para passar 5 dias.

che-lagarto-hostel-copacabana-rio-de-janeiro-rio-de-janeiro-55a673b59630e
Foto: Internet

Apesar da estrutura não ser uma das melhores, mas o ambiente proporcionado é incrível. A forma que fui recebido pelos funcionários da recepção (eles colocam funk e pop pra tocar haha <3), da facilidade em socializar com hospedes, que por sinal tem gente de todo canto do mundo. Acredito que foi a viagem que fiz só que menos me senti sozinho, sempre estava com alguém ou marcando pra curtir a noite carioca.

Processed with Snapseed.
Eu e os hospedes no churrasco

Vamos ao review!

Quartos

3
Foto: Internet

Como eu disse, a estrutura não é uma das melhores, talvez por ser um prédio antigo, mas os quartos são bem arejados e cada cama com seu armário. Sugiro você sempre levar um cadeado para utilizar esse tipo de serviço em qualquer canto do mundo. O legal também, é que cada hospede tem sua própria chave, já fiquei em local que era compartilhado, ou seja, um saco! Uma dica: coloquem mais tomadas no quarto, de preferência em cada cama.

Banheiros/Limpeza

Pense em um local cheio de banheiros. Sempre que eu precisei utilizar, eu não tive problemas em ter que esperar desocupar, porque tem vários e em todos os andares. Em nenhum momento vi sujo, sempre tem a equipe de limpeza em todas as áreas e isso é um ponto muito bom. É muito chato ficar em um lugar sujo ou bagunçado.

Cozinha/Café da manhã/Internet

Apesar da tarifa ser R$39, estão inclusos na diária o café da manhã e wi-fi. O sinal de internet funciona em todo o prédio, menos na parte da piscina/churrasqueira que estão no último andar. Tem computadores para os hospedes também. Usei a cozinha para economizar no almoço e jantar, conheci algumas pessoas e a gente dividia o supermercado e as comidas eram feitas lá. O café da manhã ficava até às 10h, então eu dava meu jeito para não perder o horário depois das noitadas, né? Era servido pão, café, suco, leite, cereais, bolo e frutas.

Localização

2
Foto: Internet

Um dos fatores principais para eu escolher o hostel, sem dúvidas é a localização. Fica bem próximo a praia, tem estação de metrô na mesma rua, bares, restaurantes e supermercado. Ou seja, a facilidade em fazer tudo a pé era enorme e as tarifas do Uber melhores ainda.

No geral, eu me senti super bem durante os dias que fiquei por lá. No meu penúltimo dia organizei o churrasco e fizemos a farra dos hospedes no último andar. Os gringos amaram e pediram mais. Kkkk Inclusive saudades de todo mundo. Ah, e esqueci de tirar fotos dos espaços, peguei na internet todas.

O Che tem em vários lugares e basta reservar pelo site: https://www.chelagarto.com/pt/

namochiladochris
Christian Barros, 23 anos, publicitário e moro em São Luís do Maranhão. Sou apaixonado por viagens e amo compartilhar as minhas experiências. Todas as minhas redes sociais: @barroschris

Deixe uma resposta

Top