Você está aqui
Home > Uncategorized > 5 motivos porque o Instagram transformou o marketing de turismo

5 motivos porque o Instagram transformou o marketing de turismo

Cada vez mais, as pessoas estão usando o Instagram por causa de seu conteúdo de turismo engajador e visualmente rico. Segundo uma recente pesquisa do site de dados MissTravel, 48% dos usuários do Instagram usam a plataforma para escolher destinos de viagem e 35% usam para descobrir novos lugares, simplesmente porque lá é o lugar onde seus amigos e colegas de trabalho compartilham suas próprias experiências de viagem.

E onde os viajantes vão, os profissionais de marketing. Ao usarem táticas como marketing de influência, exibição de localização, conteúdo gerado por usuário e segmentação granular dentro do Instagram, os profissionais do marketing de turismo conseguem entender e entregar o que seus consumidores desejam como nunca antes.

Agora que a API do Instagram está aberta para todos os anunciantes – apresentando novos formatos de anúncios como anúncios em carrossel, anúncios em vídeo de 30 segundos e botões de CTA – pequenas e grandes empresas de turismo podem se arriscar a alcançar os 500 milhões de usuários mensais da plataforma.

Vamos dar uma olhada em como elas estão fazendo isso.

1. Criando folhetos digitais em tempo real

Para expor as belezas naturais espalhadas pelo Brasil, o Ministério do Turismo, criou uma conta no Instagram alimentada com publicações pela visão dos próprios viajantes. Com 86 mil seguidores, a conta é parada obrigatória para ver algumas das vistas mais deslumbrantes em todo o país.

20161131_im_pt_mint

Usando o Instagram, o Ministério do Turismo pode fornecer atualizações em tempo real de de turistas viajando pelo o país e compartilhá-las em uma das redes sociais mais populares do mundo. É uma maneira de dar vida às imagens que de outra forma ficariam estagnadas em um site . gov ou folheto impresso. Em vez disso, a organização tem um folheto digital em constante evolução.

A página do Instagram do Airbnb também é preenchida com conteúdos inteligentes. A maioria dos posts da empresa destacam lugares convidativos em todo o mundo, desde uma casa na árvore no Havaí até um refúgio islandês inspirado no filme O Hobbit. Mas, a parte mais impressionante dessa conta é o conteúdo, que não se pode encontrar no site da marca: as histórias inspiradoras dos clientes do Airbnb, como Megumi, uma mãe solteira que “trabalhou com várias pessoas para restaurar e transformar uma casa de 120 anos em um espaço de convivência”.

20161131_im_en_airbnb

Fonte

2. Usando influenciadores para ter a imagem perfeita

Para alcançar audiências fora de suas próprias páginas, muitos profissionais do marketing de turismo estão colaborando com influenciadores no Instagram. Existem alguns benefícios nesta estratégia:

  • Os consumidores respondem melhor a conteúdos vindos de uma personalidade confiável do que os da página de uma marca.
  • Os profissionais de marketing têm acesso a milhões de pessoas que podem não estar seguindo a marca ainda.
  • As marcas podem economizar muito dinheiro, limitando o número de freelancers ou funcionários que precisam mandar para o exterior.

Um grande exemplo disso: o Bellagio Las Vegas escolheu 20 influenciadores para ajudar a impulsionar sua campanha #UltimateVegas com a conta Beautiful Destinations no Instagram. Jack Morris, criador da conta Do You Travel, compartilhou fotos de sua experiência com cerca de um milhão de seguidores.

20161131_im_en_bellagio

Fonte

Segundo a PaceCo, a campanha de oito semanas gerou mais de 43.000 menções da hashtag, chamando a atenção com relatos em primeira mão de pessoas que se hospedaram no hotel.

3. Adotando uma grande variedade de conteúdo gerado por usuário

Se você não tem grana para fazer parcerias com influenciadores, basta então conferir o conteúdo que seus consumidores criam organicamente. As marcas podem fazer isso pesquisando áreas geográficas relevantes e navegando em suas próprias tags de localização. Por exemplo, alguns dos locais mais exibidos no Instagram em 2015 são destinos populares de turismo, como a Disneyland, a Times Square e a Torre Eiffel.

Além disso, as marcas podem criar concursos e hashtags convidando as pessoas a enviarem seus próprios posts. A bio da Air New Zealand pede aos viajantes que tagueiem suas fotos com #AirNZ ou #AirNZShareMe para que a companhia aérea possa segui-los. As cias aéreas podem publicar essas imagens geradas por usuário em suas próprias contas.

O resultado é uma situação em que todos ganham. A marca divulga sua mensagem com conteúdo autêntico de alta qualidade e o influenciador ganha exposição para seu trabalho.

Um dos exemplos mais populares de uma marca de turismo que usa conteúdo gerado por usuário é a campanha #MTLmoments da Montreal Tourism. Na primavera de 2013, a empresa colocou molduras de foto em lugares populares em toda a cidade, incentivando moradores e turistas a tirarem foto e compartilharem com a hashtag.

20161131_im_en_baylor-orlando

Fonte

Segundo o Skift, mais de 24.000 fotos foram publicadas no Instagram com a hashtag e a Montreal Tourism viu um aumento de 15% no tráfego da web em relação ao ano anterior.

4. Usando opções avançadas de segmentação

Quando o Instagram abriu sua API para todos os anunciantes, ele também apresentou novos recursos de segmentação, que estão vinculados aos de sua controladora, o Facebook. Embora os anunciantes do Instagram tenham sempre podido segmentar consumidores por idade, localização e sexo, faz pouco tempo que é possível reduzir suas audiências por interesse, comportamentos e conexões.

As marcas também podem copiar suas configurações de Audiência Personalizada do Facebook para suas campanhas do Instagram. Os profissionais de marketing criam audiências personalizadas carregando dados do consumidor previamente coletados, tais como listas de e-mail e números de telefone.

O fato é que, embora haja diversas maneiras de criar conteúdo inovador no Instagram, como mostrado acima, existem também muito mais métodos para ajudar as marcas do segmento de viagem a exibir esse conteúdo para as pessoas certas.

5. Chega dos anúncios de viagem de antigamente

Não dá mais para confiar apenas em folhetos de papel nem usar sites de viagem difíceis de navegar. As pessoas estão cada vez mais usando o Instagram para planejar suas viagens e compartilhar sua experiência. Como resultado, as marcas têm a oportunidade de entender os interesses dos consumidores e entregar um conteúdo que reflita seus comportamentos de viagem.

Ou seja, a audiência está lá. Os profissionais de marketing só precisam estar preparados para atendê-la com as mensagens certas. Graças aos novos formatos de anúncio e opções de segmentação, influenciadores que conhecem a plataforma e uma variedade enorme de conteúdo gerado por usuário, os anunciantes podem escolher entre uma variedade de estratégias.

Agora, quando seu consumidor-alvo for planejar a próxima viagem, você poderá usar esses métodos para garantir que sua marca esteja no topo da lista dele.

Artigo by site Sprinkler.

namochiladochris

Christian Barros, 23 anos, publicitário e moro em São Luís do Maranhão. Sou apaixonado por viagens e amo compartilhar as minhas experiências. Todas as minhas redes sociais: @barroschris

Deixe uma resposta

Top